• ITD

Diálogo entre pesquisa e pescadores sobre conhecimento ecológico local

Atualizado: Ago 3


No ultimo dia 13 uma equipe do Projeto Rotas da Conservação esteve reunido com pescadores da comunidade da praia da Pedra do Sal, município de Parnaíba, para iniciar os trabalhos de Etnoconhecimentos.

“Trata-se de uma proposta de pesquisa utilizada para investigar o conhecimento ecológico local sobre o ciclo de vida do camurupim e da tartaruga-de-couro e trabalhar de forma coletiva, no processo de manutenção dos ambientes marinhos e os recursos naturais de forma sustentável, explicou a coordenadora do projeto Werlanne Magalhães”.

Contudo, o projeto busca através do Etnoconhecimento e das inovações tecno-científicas identificar os elementos que possam ser utilizados como instrumentos de gestão dos recursos pesqueiros da região. Resultados da Pesquisa irão subsidiar o plano de manejo para a espécie do camurupim.

De acordo com Werlanne Magalhães a participação dos pescadores nesse processo de construção é muito importante, pois além da valorização dos saberes das comunidades tradicionais é possível fazer levantamentos relevantes para a ciência.

O projeto de Pesquisa sobre o Etnoconhecimento foi cadastrado na Plataforma Brasil e avaliado pelo comitê de ética da Universidade Estadual do Piauí - UESPI.

Projeto Rotas da Conservação é executado pelo Instituto Tartarugas do Delta e financiado pela Shell Brasil com recursos da cláusula de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (Cláusulas P&D) dos contratos de concessão da Agência Nacional do Petróleo (ANP).


44 visualizações
PATRIMÔNIO NATURAL
 
DESDE 2016

© 2017 - Instituto Tartarugas do Delta - ITD - By: Werlayne Mendes