• ITD

Você já ouviu falar em Pesca fantasma?

Vamos iniciar esse diálogo trabalhando conceito sobre o lixo marinho que é definido como quaisquer materiais sólidos manufaturados ou processados, persistentes, que são descartados, eliminados ou abandonados no ambiente marinho e costeiro. Sabe-se que existem várias formas desses resíduos chegarem ao ambiente marinho, através dos rios, sistemas de drenagem, de esgotos e pelo próprio vento.

No caso da PESCA FANTASMA é fenômeno caracterizado pelos resíduos gerados através da pesca, conhecidos como aparelhos de pesca, perdidos, abandonados ou descartados (APPAD), que ficam à deriva nos oceanos e mares, e quando permanecem no ambiente, os APPAD podem capturar organismos de diferentes espécies deixando-os presos, provocar ferimentos, decepar partes do corpo, e inclusive causar a morte do animal.

A pesca fantasma é um processo cíclico, cumulativo e contínuo identificado como problema global desde a década de 1980. Estes resíduos da pesca podem trazer prejuízos diretos para vertebrados e invertebrados marinhos até que o APPAD perca sua capacidade de pesca, seja deteriorado ou até mesmo retirado no ambiente.

As tartarugas marinhas representam parte dessa biodiversidade impactada pela pesca fantasma!

É Importante retirar as artes de pescas encontradas nas praias, para evitar que estes materiais possam causar danos a biodiversidade marinha.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
PATRIMÔNIO NATURAL
 
DESDE 2016
logo itd email.png
Imagem2.png